Advogados

Advogado como pagar menos impostos abrindo uma empresa?

como diminuir imposto de advogado

Olá, tudo bem com você e com os seus negócios?

Bom, hoje viemos trazer um tema bem interessante e ao mesmo tempo que ainda gera muitas dúvidas nos advogados!

Você sabe as diferenças entre um advogado pessoa física e um advogado pessoa jurídica?

Mostraremos aqui informações valiosas que irão te ajudar a compreender melhor sobre esse assunto!

Por que regularizar o seu negócio?

Muitos advogados pensam que não é necessário ou talvez seja perda de tempo… é assim que você pensa?

Se sim, vamos mudar esse conceito e mostrar a você as fantásticas vantagens que envolvem ser um advogado PJ!

Atuar como advogado pessoa física pode parecer mais simples do que como advogado pessoa jurídica, mas a verdade é que não!

Veja bem, advogados são prestadores de serviços, certo? Portanto, precisam de registros para poderem atuar em seu nicho.

O que muitos advogados desconhecem é sobre a quantidade de taxas e tributos que são exigidas tanto para pessoa física, como para jurídica e saiba que como PF você acaba pagando muito mais e tendo maiores despesas sobre o seu lucro!

Então, você quer diminuir ou aumentar sua lucratividade e receita, podendo pagar menos ao Leão?!

Desde o ano de 2015, os advogados podem ser enquadrados no Simples Nacional, o que resulta menos alíquota, que podem variar de 4,5% a 16,85%!

Como pessoa física o advogado tem de pagar até 27,5% sobre os rendimentos a título de Imposto de Renda. E ainda precisa pagar o INSS e o ISS, que vai variar de município a município, como autônomo.

No final das contas, a diferença é grande, pode perceber?

Tributação pessoa física VS pessoa jurídica

Sendo contribuinte individual, o advogado deverá pagar a tabela progressiva do IR, mediante carnê-leão, chegando até 27,5%.

Só que aí vem mais taxas e tributos… é preciso entender que a alíquota do INSS quando o serviço é prestado a PF, vai ser de 20% dos rendimentos e se for prestado a PJ (empresas) será cobrado 11% sobre a retirada de pró-labore definida pelo empresário, ou seja, para um pró-labore de um salário mínimo R$954, a contribuição será de apenas R$104,94.

E há também o valor do ISS que poderá ser variável ou fixo, dependendo da Prefeitura Municipal, ficando assim entre 2% a 5%.

Além disso, quando atuando como pessoa jurídica, o advogado adquire ainda mais vantagens do que somente a diminuição das cargas tributárias, como:

  • Separação patrimonial, ou seja, os patrimônios da empresa não se misturam com os pessoais.
  • Acesso facilitado ao crédito, podendo implementar melhores ações no mercado.

Agora falando em pessoa jurídica, vamos conferir os diferenciais?

Simples nacional: A força para seu empreendimento e sua atuação no mercado!

Pagamentos e taxas unificadas  

O advogado somente precisará pagar o DAS, uma guia que simplifica tudo e que unifica as responsabilidades empresariais, trazendo garantias sobre aposentadoria e contribuições para um futuro promissor!

Menos tributos e mais economia!

A alíquota será menor do que nos demais regimes tributários.

Regularização da sua empresa

O mercado acaba preferindo atuar com empresas. Sendo assim ter essa formalização trará maior engajamento aos seus negócios, dando mais segurança aos clientes e fornecendo maior apoio a grandes empresas que precisam atuar com advogados pessoa jurídica!

No vídeo abaixo falamos mais ao respeito das vantagens de ser uma pessoa jurídica, formalizando assim o seu negócio e ganhando mais espaço e força para competir no mercado!

Se precisar de ajuda com a formalização, conte conosco, somos uma empresa contábil especializada e queremos te ajudar a crescer e prosperar ainda mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.